quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

Pintando no GIMP

O GIMP é um programa livre, robusto e pode ser utilizado para desenho e pintura digitais com grande facilidade ( desde que seja bem apreendido e bem explorado) sem exigir demais das máquinas onde estiver instalado. Mas, infelizmente, nativamente, ainda não conta com funções específicas para simulação de algumas técnicas de pintura tais como a aquarela úmida e o impasto -- pintura feita com pinceladas carregadas de tinta espessa que resultam em relevo e texturas especiais, muito expressivas. Na tentativa de obter resultados próximos às técnicas citadas, nós, utilizadores, criamos pinceis cuidadosamente pensados para tal e aplicamos alguns recursos do programa como as "dinâmicas de pintura", e configurações específicas dos pinceis além de outras ferramentas (presets) até obtermos o máximo possível daquilo que gostaríamos de representar e que seja bem parecido com técnicas de pintura e desenho realizadas pelos meios convencionais. Recetemente tenho feito alguns experimentos com pinceis que criei ( antigos e novos) e configurações das dinâmicas de pintura juntamente com a ferramenta "smudge", configurada para atuar de forma intensa e espalhar a "tinta"( digital ) aplicada com esses pincéis,  apropriados para pintura pastosa.
Alguns resultados dos estudos e de algumas imagens terminadas até o momento: