Krita - Novos estudos e imagens acabadas

Tenho acompanhado os processos de melhorias no programa para ilustração e edição de imagens KRITA. Sempre que posso faço testes, assisto tutoriais enfim, busco aprender mais sobre o programa que roda em Linux,  Windows e MAC OS e que tem me impressionado bastante. Ainda não fiz nenhum trabalho de ilustração profissional nele, mas sinto que a hora está chegando. Deixo aqui algumas imagens criadas no final do ano passado e outras, no início deste ano, explorando suas possibilidades - muitas e excelentes.


Nessa pintura abstrata, acima, utilizei alguns dos pinceis criados pelo Ramón Miranda, do pacote feito para utilização no "DVD Muses II"  Nesse DVD é possível aprender muito sobre o Krita. No processo dessas imagens, depois de aplicadas as cores com algum outro pincel, utilizei os pinceis "Oil and Water ", mais especificamente o "OIL BRUSH LARGE", que mescla as cores, criando um efeito muito parecido com o da pintura a óleo pastosa e com algum tipo de solvente. Breve vou postar aqui algo bem parecido que tenho feito no GIMP.
Abaixo, detalhe da mesma pintura.


Aqui, uma outra mostra do poder de desconstrução da forma desse mesmo pincel, usando o mesmo processo acima, para se conseguir efeitos dramáticos e de grande impacto visual





No detalhe...




Nesse exemplo abaixo, uma aplicação mais suave do mesmo pincel numa pintura mais "comportada"onde são utilizados outros pinceis do set padrão do programa e os de outros colaboradores do Krita.




Apesar de ainda utilizar bem mais o GIMP, recomendo fortemente o uso do Krita e do MyPaint! Ambos são ótimos! E é possível "navegar" entre eles, levando de um para o outro o trabalho em andamento, o que permite resultados e aplicações dos inúmeros recursos que cada um possui, sofisticando mais ainda sua arte em andamento.

Comentários

  1. Este início de ano tem sido muito bom para a área gráfica do Software Livre, com atualizações maiores do Krita, Inkscape, Synfig Studio e Tupi 2D (estes dois últimos voltados para animação 2D). As ferramentas estão chegando à maturidade e pouco ou nada devem a programas de código fechado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade, Adriano. É preciso que artistas acostumados com programas proprietários comecem a se interessar e a experimentar esses programas que comentamos aqui. Vão se surpreender!

      Excluir
  2. incrível seu trabalho! Conheci seu trabalho a pouco tempo comprando o livro de desenhos de guerreiras e me apaixonei de cara pelo seu traço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Natália. Pesquise mais porque encontrará coisas bem interessantes que já fiz e que ainda estou fazendo.

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas