Aquarela no GIMP?



Já há algum tempo, venho tentando desenvolver uma técnica de pintura digital no GIMP através da qual se possa obter efeitos bem parecidos com os da aquarela. A ideia é chegar o mais próximo possível desse tipo de pintura utilizando as ferramentas e outros recursos que atualmente temos no programa. Nessa mesma direção, tem também trabalhado Américo Gobbo. Experiente construtor de pincéis digitais estáticos ou os do tipo “animados”, que agrupam uma série de imagens que se intercalam em sequência seguindo parâmetros pré estabelecidos permitindo obter-se resultados surpreendentes! Esperamos conseguir nosso intento em breve.

Apresento aqui algumas imagens e vídeos. Nesses vídeos, procuro mostrar, no primeiro, o mais simples, a base dessa técnica que está sendo desenvolvida com o uso das ferramentas “Aerógrafo” ( Airbrush), “Borrar” (Smudge) e com a “Borracha” (Eraser), juntamente com algumas Dinâmicas de pincéis ativadas que permitem uma melhor naturalidade às pinceladas. O resultado das ações da ferramenta “Borrar” com a função “Espalhamento” ativada nas Opções de ferramentas e ou a Dinâmica no modo “Aleatório”, sugerem efeitos de água espalhando a tinta sobre o “papel” ( que é uma textura com característica de papel para aquarela, aplicada numa camada à parte. ). O toque suave da “Borracha” simula as áreas onde a água deixa a tinta mais rala, desbotada. Tenho utilizado também o filtro “Detectar Borda” – degradê – valor 3.5 – modo “mancha” que é aplicado numa camada da imagem pintada, duplicada, como é mostrado no video. Esse passo é puramente opcional. Embora o filtro permita que seja reforçada a impressão da tinta acumulada nas bordas das pinceladas, nem sempre é possível conseguir isso com naturalidade. Esse filtro e essa etapa, estão em estudo e experimentação.

Por enquanto, os resultados ainda não me agradam muito, mas, espero conseguir algo bem mais convincente.


Video 1- Teste simples para demonstrar a base da técnica. 

Video 2 - Teste mais elaborado e aplicação do filtro para realçar as bordas.

Comentários

Postagens mais visitadas