quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Configurando o GIMP para desenho e ilustração


Parte I - Caixas de Diálogos
No início desse vídeo, vemos como é a interface do GIMP quando ele é lançado pela primeira vez. A partir daí, vamos modificar as paletas flutuantes, formando grupos com "Caixas de diálogos" para que o trabalho flua com mais facilidade. Isso é algo bem pessoal. Nesse caso específico, apresento o modelo que fui construindo aos poucos e que me atende perfeitamente. Para todos aqueles, acostumados com o Photoshop, esse modelo de arranjo do espaço de trabalho, que é uma mistura entre esses dois programas, pode facilitar bem o aprendizado de quem nunca usou o GIMP.
A primeira coisa a fazer é retirar as "Opções de Ferramentas" da parte de baixo da "Caixa de Ferramentas" e passá-la para o conjunto de "Caixas de diálogos" que fica do lado esquerdo. É bom que as Opções fiquem sempre em primeiro lugar, do lado esquerdo do grupo de abas da parte de cima do conjunto de "Caixas de diálogos". Observe como podemos ativar outras dessas "caixas" e travá-las todas, numa sequência bem pensada para o uso.
Essas "Caixas de diálogos" se apresentam então numa sequência de abas as quais vamos acessando na medida em que necessitarmos. Escolhi deixar mais visíveis aquelas que acesso com maior frequência, tais como as Opções de Ferramentas, Pincéis, Camadas, Cores, Navegação*...
É importante que a paleta de "Avisos de problemas" seja ativada e colocada num dos conjuntos de paletas. A "Caixas de diálogos" "Imagens" é útil quando trabalhamos com muitas imagens abertas pois, assim, podemos controlar esse acesso rápido a cada uma das imagens através dela se não estivermos utilizando o modo de interface como "Janela Única". Para esse modo existe outra forma de acessar as imagens abertas.
* Na verdade, a aba "Navegação", não é um tanto opcional. É possível mover a imagem usando a tecla "Space", ou clicando e movendo um pequeno "ícone de movimentação rápida" que fica à direita, em baixo da janela de Imagem. Na Aba "Navegação", temos alguns itens para atuar com zoom e algumas outras utilidades, mas isso pode ser substituído por atalhos criados. Para aumentar a visualização ( Zoom +), utilizo o atalho "Ctrl + =" ( definido por mim); e para o "Zoom menos" utilizo "Ctrl + -". Você pode criar os seus próprios. O GIMP permite a criação de muitos atalhos.
Observe também que a "Caixa de Diálogo" "Dinâmicas de Pintura" deve ser ativada no Menu-Janelas ou através da pequena seta  que fica do canto direito da janela das várias "Caixas de Diálogos" enfileiradas. Quando uma aba é selecionada, ao clicar na seta, esta ativará um menu de opções referentes àquela aba/ferramenta.
Observe também a necessidade de ser criada uma NOVA DINÂMICA (Dê a ela o nome que quiser) para possamos atuar nas funções de variação de Pressão, Ângulo, Opacidade, etc da caneta da mesa digitalizadora.

Parte II
Configurando as Preferências do programa
A intenção aqui também é facilitar desabilitando algumas opções que podem tornar o GIMP um pouco mais pesado, ou MUITO mais pesado, dependendo da máquina que estamos usando.Em seguida, passamos para a configuração das preferências do programa.
Para que ele fique mais fácil de lidar, principalmente para quem utiliza uma mesa digitalizadora, siga tudo o que fiz. Desmarque as caixas que desmarquei e marque as que marquei. Se você for canhoto, não esqueça de configurar o cursor do GIMP para aparecer do lado esquerdo, em "preferências"-"Janelas de Imagem"- "Cursores do mouse".
Desmarque também a opção de "exibir contorno do pincel". Isso agiliza muito suas pinceladas rápidas com pinceis de bordas complexas para aqueles que usam mesa gráfica. Com o uso do mouse, isso não será necessário. Ative sempre sua Mesa Gráfica nas configurações dos dispositivos de entrada, em "modo".
JAMAIS esqueça de habilitar os "Atalhos dinâmicos de teclado", em "Interface". Com essa função habilitada, basta que passe e pare o cursor em qualquer ação dos menus e poderá criar atalhos novos ou substituir os que lá já estiverem instantaneamente, apenas clicando uma ou mais teclas que escolher para que sejam seus novos atalhos. Caso cometa algum erro ao digitar uma combinação de letras para o novo atalho, selecione a mesma função no menu novamente e tecle "backspace". Isso apagará o atalho criado. Mantenha o cursor no mesmo ponto selecionado e tecle novamente o atalho da forma correta.
Use a tecla "TAB" para mostrar e esconder as paletas e a caixa de ferramentas e experimente se o modo "Janela Única" será o melhor para o seu caso. Varie entre todos os modos "normal" ( todas as janelas soltas; o modo "janela de utilidades", onde as janelas ficam relativamente soltas, e o modo "Janela Única", preferido por muitos.


15 comentários:

  1. Excelente, Mozart, seu blog estava fazendo muita falta. Percebi que vc utilizou o Lubuntu neste vídeo, muito legal!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, Oséias.
      O Lubuntu é muito bom para utilizar com os programas gráficos. É leve, rápido e estável.

      Excluir
  2. Muito obrigado, vãi ser muito útil!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem mais ainda, sobre esse tema, pra postar. Aguarde!

      Excluir
  3. Há muito tempo eu lhe mandei um e-mail pedindo dicas e você me recomendou o GIMP. Hoje eu formatei o computador e decidi instalá-lo, e vim aqui pedir umas dicas, mas coincidentemente você tem um post pronto sobre isso... Valeu!

    Dicas muito úteis!
    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leal, Tiarles.
      Ainda tenho mais coisas sobre configuração do GIMP para postar.

      Excluir
  4. Por falar em gimp...
    Já viu esse canal da youtube?

    https://www.youtube.com/user/Twarda8the8XanaX/featured

    ResponderExcluir
  5. Este é meu primeiro contato com arte digital e o Gimp me parece ser muito bom para começar e evoluir. Espero que continue com as postagens/tutorial, pois já me considero um aluno aqui do blog! Obrigado e Um abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado por acompanhar o blog, Rafael. Estou meio parado, mas pretendo ir postando mais, em breve. Quanto ao GIMP, sim, ele é muito versátil e é possível fazer muito com esse programa.

      Excluir
  6. Mozart, crie um tutorial sobre como instalar o GIMP Paint Studio no Gimp 2.8, por favor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. William,
      Nesse endereço aqui:
      https://code.google.com/p/gps-gimp-paint-studio/
      Você encontra TUDO sobre o Gimp Paint Studio! tem até manual para baixar e saber sobre o que é o "GPS", em detalhes, como criar seus próprios presets, etc.

      Excluir
  7. parabéns pelo trabalho, e mt obrigado me ajudou mt! XD

    ResponderExcluir
  8. Mozart, parabéns pelo seu ótimo trabalho, criatividade, por ser sábio das coisa e tals ! Mas parabéns principalmente por ajudar pessoas q nessecitam saber sobre isso, enfim vc faz um ótimo trabalho e ainda tem uma longa carreira pela frente, continue smp assim ! Gamey no vídeo e e ajuda bastante ... Queria pedir pra vc desenhar uma imagem do Oliver Sykes ( Vocalista do BMTH), pk n sou profissa mais o importante é ter um profissa pra ajudar, pelo menos se vc n fizesse eu aprenderia passo a passo com seus vídeos XD flw's u.u

    ResponderExcluir
  9. Obrigado, Ny Nu Imvu. Quanto ao desenho do vovalista, eu não sou bom em caricaturas e retratos, por isso não os faço. Mas...posso tentar um dia.

    ResponderExcluir